sexta-feira, abril 20

Divulgação

Jornadas Nacionais

(Sociedades de) Reabilitação Urbana:
Limitações e Potencialidades


Setúbal

Estalagem do Sado

18 e 19 de Maio


Organizado em parceria entre Santa Casa da Misericórdia de Setúbal Ordem dos Arquitectos Secção Regional Sul


“O desenvolvimento económico e social e a qualidade ambiental, são vectores estratégicos para a competitividade das cidades à escala regional e internacional. A reabilitação urbana é, fruto do contexto histórico em que o País se encontra, um elemento central para promover o desenvolvimento de forma sustentada nas próximas décadas, pois envolve os mais diversos saberes e sectores de actividade: do planeamento urbano até à construção dos edifícios.
Reflectir sobre o contributo das diversas áreas disciplinares, na busca das melhores soluções para a reabilitação das cidades, assim como o papel a desempenhar pelas Sociedades de Reabilitação Urbana (SRU), neste processo, são o objectivo destas Jornadas.
Num momento em que estão a ser criadas expectativas de mudança nas políticas urbanas e de habitação, onde a reutilização do edificado existente é apontada como alternativa à construção nova, estas Jornadas são uma oportunidade de se fazer um balanço actual para o futuro da reabilitação urbana em Portugal.”

Paulo Pisco


Programa

18 de Maio Sexta-feira

Sessão de Abertura

Provedor da Santa Casa da Misericórdia
Fernando Cardoso Ferreira
Presidente da Secção Regional Sul da Ordem dos Arquitectos
Leonor Cintra Gomes
Presidente da Câmara Municipal de Setúbal
Maria das Dores Meira

1-INTRODUÇÃO

“Enquadramento geral da problemática da Reabilitação Urbana em Portugal.”
Nuno Portas (Arquitecto/Urbanista)

2 – RE HABITAR A CIDADE
“A reabilitação como instrumento de identidade e coesão social nos centros urbanos.”

“Identidade, Património e Arquitectura”
João Rodeia (Arquitecto ex- Presidente do IPPAR)
Sarmento de Matos (Historiador)

Debate

Intervalo

“Habitação, Promoção e Construção”
Francisco Rocha Antunes (Consultor Imobiliário - Jonh Neild & Associados)
Pedro Dias Ferreira (SACHE Cooperativa de Habitação)
Fernando Mira Godinho (Arquitecto - Somague PMG)

Debate

Almoço Livre

“Que Comercio e Serviços para os centros urbanos?”
Teresa Barata Salgueiro (Centro de Estudos Geográficos / UL)
António Santos Machado (Arquitecto - Administrador da Spinarq /Sonae)

Debate

3 - PROPOSTAS PÚBLICAS, PARCEIROS PRIVADOS
“Enquadramento legal e novas formas de financiamento.”

Fundos de Gestão Imobiliária
Luísa Bordado (Arquitecta – Square Asset Management)

Intervalo

Problemáticas Jurídicas
Ana Martins de Sousa (Jurista – Administradora Porto Vivo)

Direitos e Deveres dos Cidadãos
José Luís Cunha (Jurista – Assessor da Provedoria da Justiça)

Debate

Encerramento do dia com Moscatel e Momento Musical


19 de Maio Sábado


4 - CIDADE (IN) SUSTENTÁVEL
“O papel da reabilitação na sustentabilidade das cidades.”


O Planeamento na Revitalização dos Centros Urbanos
Jorge Carvalho (Urbanista - UA)

A relevância dos Centros das Cidades na Sustentabilidade Urbana
Aline Delgado (Arquitecta -QUERCUS)
Susana Castelo (Engenheira – TIS: Consultores em Transportes, Inovação e Sistemas, SA)

Debate

Intervalo

Um olhar sobre a cidade – o social na reabilitação urbana
Isabel Guerra (ISCTE).
Maria João Freitas ( INH)

Almoço na Estalagem do Sado

5- A SOCIEDADE NA REABILITAÇÃO URBANA:
“As Sociedades de Reabilitação Urbana (SRU): Limitações e Potencialidades”

Modelo Institucional e Financeiro
Teresa do Passo de Sousa (Presidente do Conselho de Administração da SRU Ocidental de Lisboa)
Rui Quelhas (Conselho de Administração do Porto Vivo)
João Paulo Craveiro (Presidente do Conselho de Administração da Coimbra Viva)

Debate

Intervalo

Gestão e Execução Técnica nas SRU
Patrício Martins (Arquitecto - Porto Vivo)

Debate

ENCERRAMENTO
Helena Roseta (Presidente da Ordem dos Arquitectos)
João Ferrão (Secretário de Estado do Ordenamento do Território e das Cidades) – a confirmar

(programa sujeito a alterações)


COMISSÕES

Cientifica:

Paulo Pisco (Arq. Doutorando Bolseiro do CESUR IST/UTL)
Ricardo Aboim Inglez (Arquitecto)
Ana Pinho (Arq. Doutoranda Bolseira do LNEC)
José Aguiar (Arq. Professor FA/UTL)

Organizadora:

Pela Santa Casa da Misericórdia de Setúbal
Fernando Cardoso Ferreira (Advogado e Provedor da SCMS)
Sousa Pinto (Gestor de Marketing e Coordenação do Evento)
Paulo Pisco (Arq. Orientador Cientifico do Programa)
Ana Brandão (Arquitecta e Adjunta de Coordenação)
Maria de la Concepcion Gomez (Advogada e Adjunta de Coordenação)
João Direitinho (Estagiário e Adjunto de Coordenação)

Pela Ordem dos Arquitectos Secção Regional Sul
Leonor Cintra Gomes (Arquitecta e Presidente da OASRS)
Ricardo Aboim Inglez (Arquitecto Vogal da OASRS)
Sílvia Leiria Viegas (Arquitecta Coordenadora de Formação)

Inscrições:
Estudantes e estagiários: 130 Euros
Membros da Ordem dos Arquitectos, Ordem dos Engenheiros, Ordem dos Advogados e Irmãos da Santa Casa da Misericórdia de Setúbal: 150 euros
Outros: 200 euros
Nota: O Preço Inclui Documentação, Certificado de Participação, 4 “coffee breaks” e almoço de Sábado.
Informações

João Direitinho ou Arq. Ana Brandão

Tel. 265 520 969 ou 917267690
E-mail – ana.brandao@misericordiadesetubal.pt

Morada:
Santa Casa da Misericórdia de Setúbal
R. Acácio Barradas n.2
2900-197 Setúbal

2 comentários:

Leandro da Cunha disse...

Parece-me ser um evento muito interessante. Precisamos de mais coisas destas para percebermos a importânica que tem o nosso património e como é urgente a sua reabilitação. Muitos parabéns à Santa Casa da Misericórdia de Setúbal pela iniciativa.

Paulo Pisco disse...

Muito obrigado na parte que nos toca. Agora é precisso participar.