sexta-feira, setembro 23

Não há inocentes.

O sentimento de degradação da vida pública parece não parar de se acentuar. As manifestações de apreço por determinados lideres do poder local mais não reflectem que a falta de esperança em políticos sérios e capazes.

“Mais vale um que já se conhece, mas que trabalhe porque roubar todos roubam, este ou menos não se vai embora."

Este parece ser o sentimento que alimenta parte deste fenómeno. É triste mas tem de ser olhado com atenção. Sem falsos puritanismos. Nesta história não há inocentes. Todos, em graus diferentes, estamos a participar ou a assistir.

Aos que assistem recomenda-se muita atenção. O filme, parece, ainda só estar a meio.

1 comentário:

Anónimo disse...

Hi, I liked your blog its my first time here! If you are interested, go see my Tai Chi related site. Its purley for peoples health.

All the best John